5 motivos para não disponibilizar acesso às câmeras da escola

Standard

5 motivos para não disponibilizar acesso às câmeras da escola

5 motivos para não disponibilizar acesso às câmeras da escola

Quantas vezes ao receber uma visita os pais te perguntaram se a escola fornece acesso às câmeras? Essa é uma realidade cada vez mais comum e, diferente do que se pensa, não se limita ao berçário. Em toda a educação infantil o acesso às câmeras já é fator de decisão de onde matricular a criança.

Se isso é um fator que faz a diferença na hora de fechar novas matrículas, por que ainda existem tantas escolas que não aderem à ideia? Abaixo listamos 5 motivos para não disponibilizar acesso às câmeras da escola:

1. Os pais precisam confiar na instituição

Essa expressão tem muita força. Realmente não é possível ter relações saudáveis se não existe confiança entre as partes. Por outro lado, deixamos o questionamento: você que está lendo esse texto, confiaria seus filhos à uma instituição após uma visita ao local? É claro que não. A verdade é que os pais querem confiar na escola, mas para isso a escola tem que demonstrar transparência.

2. A escola está sempre de portas abertas para visitas

Que bom! Esse é realmente um ótimo sinal. Mas será que a rotina dos pais permite que façam visitas recorrentes à escola? Geralmente, não. E pode ter certeza: Muitas vezes eles se culpam e sofrem por isso. O normal é querer estar próximo do seu filho, principalmente nos primeiros anos de vida.

3. A rotina das crianças já é compartilhada nas redes sociais

Nesse caso, antes de mais nada: cuidado! Lembre-se que a página da escola no facebook é pública e expor a criança pode até mesmo coloca-la em risco. Quanto aos vídeos que a escola faz e envia em grupos de whatsapp, inevitavelmente vão gerar discussões. Sempre terá uma criança que apareceu mais que a outra a as mães vão acabar cobrando o “foco” em seu filho. Nesse sentido, a experiência com disponibilização do acesso às câmeras da escola é completamente diferente. Com um sistema adequado, como o Berith Escola, o acesso será controlado com login e senha e o administrador poderá controlar quais câmeras e horários cada perfil pode ver. Além de todo o suporte técnico não precisar ser feito pela escola.

4. Não se deve expor a privacidade das crianças

Não há como não concordar com isso. No entanto, é preciso lembrar que antes da instituição de ensino, o bem-estar da criança é de interesse dos pais. Seria irresponsável pensar em disponibilizar o acesso às câmeras sem que haja um sistema adequado para controle. Porém optar por não disponibilizar também priva a criança de ter sua rotina acompanhada pelos pais.

5. Os profissionais da escola estão preparados para a correta atenção às crianças

Se isso é uma certeza para escola, podemos dizer que não há mais motivos para temer à disponibilização do acesso às câmeras online.

Os avanços tecnológicos vieram para ficar. Resistir a algumas mudanças na forma de trabalhar pode acabar resultando em perdas para o seu negócio. As constantes notícias de maus tratos em berçários mostram que a preocupação dos pais não é toa. Ainda na semana passada fomos surpreendidos pela trágica notícia do falecimento de uma bebê em um Berçário em Campinas que funcionava sem alvará. Nós da Berith Tecnologia acreditamos em pessoas que fazem a diferença no mercado. Que tal utilizar a tecnologia a seu favor e ainda trabalhar para evitar que mais casos como esse apareçam nos noticiários?

  • comments | 0